Cachoeira do Arari - PA

Histórico 

Arari é o nome do principal lago marajoara e de um dos mais importantes rios do Marajó, assim como faz parte do nome da cidade de Cachoeira do Arari localizada na sua beira esquerda, e de Santa Cruz do Arari que está na boca do lago. 

Arari é o nome dado a um cipó da família das leguminosas papilonaceas. É encontrado nas margens dos rios. Dá flores grandes, cor de fogo. Arari é também o nome de uma ave. Conhecida igualmente por arari-canindé. Tem plumagem de cor azul, amarelada no ventre. Chega a medir até um metro de comprimento, tem vários riscos pretos em volta dos olhos. A etimologia do nome seria arara-i, quer dizer arara pequena. Sendo que o sufixo tem também o sentido de água, rio, assim arari pode também significar Rio das araras. 

Por que Cachoeira? O nome do município teve origem de um declive existente no leito do Rio Arari, em frente ao local onde hoje está situada a cidade e que, no verão, provoca uma precipitação de água, como se fosse uma cachoeira. 

Gentílico: cachoeirense 

Formação administrativa 

Freguesia criada com a denominação de Nossa Senhora da Conceição da Cachoeira, fundada em 1747, pertencente a vila nova de marajó. 

Nas sessões de 10, de 17-05-1833, o governo do Pará extingui a vila, originando-se então a vila Cachoeira. Instalado em 17-05-1834. 
Em divisão administrativa referente ao ano de 1911, o município é constituído do distrito sede. 

Nos quadro do Recenseamento Geral de 1-IX-1920, o município aparece constituído de 4 distritos: Cachoeira, Alto Arari, Caracará e Camará. 
Pelo decreto estadual nº 6, de 04-11-1930, adquiriu o extinto município de Ponta Pedra. 
Pelo decreto estadual nº 78, de 27-12-1930, o município de Cachoeira é extinto, sendo seu território anexado ao novo município de Arari. Criado com terras do extinto município de Cachoeira e Ponta de Pedras. Passando Cachoeira a ser a Sede do município de Arari. 

Em divisão administrativa referente ao ano de 1933, Cachoeira, figura com distrito de Arari. 
Pela lei estadual nº 8, de 31-10-1935, é criado novamente o município de Cachoeira. 

Em divisão territoriais datadas de 31-XII-1936 e 31-XII-1937, o município aparece constituído de 3 distritos: Cachoeira, Camará e Caracará. 
Pelo decreto-lei estadual nº 2972, de 31-03-1938, os distrito de Camara e Caracará foram extintos, sendo seu território anexado ao distrito sede de Cachoeira. 

No quadro fixado para vigorar no período de 1939-1943, o município é constituído do distrito sede. 
Pelo decreto-lei estadual nº 4505, de 30-12-1943, o município de Cachoeira voltou a denominar-se Arariúna. 

Em divisão territorial datada de 1-VII-1950, o município já denominado Arariúna é constituído do distrito sede. 
Pela lei estadual nº 1127, de 11-03-1955, o município de Arariúna passou a denominar-se de Cachoeira do Arari. Sob o mesmo decreto são criados os distritos de Bela Vista e Camará. 

Em divisões territorial datada de 1-VII-1955, o município é constituído de 3 distritos: Cachoeira do Arari, Bela Vista e Camará. 
Pelo Acordão do Superior Tribunal Federal e 04-10-1955, são extintos os distritos de Bela Vista e Camará, sendo seu território anexados ao distrito sede de Cachoeira do Arari. 

Em divisão territorial datada de 1-VII-1960, o município é constituído do distrito sede. 
Pela lei estadual nº 2460, de 29-12-1961, são criados os distritos de Camará do Marajó e Caracará do Arari e anexado ao município de Cachoeira do Arari. 
Em divisão territorial datada de 31-XII-1963, o município é constituído de 3 distritos: Cachoeira do Arari, Camará do Marajo e Caracará do Arari. 
Assim permanecendo em divisão territorial datada de 1-I-1979. 

Em divisão territorial datada de 18-VIII-1988, o município é constituído do distrito sede. 
Assim permanecendo em divisão territorial datada de 2005. 

Alteração toponímica municipal 
Cachoeira para Arariúna alterado, pelo decreto-lei estadual nº 4505, de 30-12-1943. Arariúna para Cachoeira de Arari alterado, pela lei estadual n 1127. de 11-03-1955.

Fonte: IBGE

Postar um comentário

0 Comentários