Extrativistas do Marajó vão receber 60 mil reais Pronaf Floresta

Famílias que trabalham na extração do açaí no Marajó vão receber recursos do Programa Nacional de Fortalecimento da Agricultura Familiar (Pronaf), na modalidade Floresta. Cada família receberá R$ 60 mil para o manejo do açaí e compra do sistema de placa solar que vai garantir energia para conservação do fruto.

Esse foi o resultado da reunião da secretária executiva do Conselho Estadual de Desenvolvimento Rural Sustentável (Ceders), Martha Pina, com o representante do Banco da Amazônia, Iran Mendes, nesta quarta-feira (27), na Secretaria de Estado de Desenvolvimento Agropecuário e da Pesca (Sedap). O banco terá três meses para analisar a situação de inadimplência e capacidade de pagamento de 50 famílias de comunidades extrativistas dos municípios de Breves, Curralinho e São Sebastião da Boa Vista, no Marajó.

Essas primeiras famílias foram selecionadas pela Câmara Técnica de Crédito Rural, após inclusão no Cadastro Ambiental Rural (CAR) e serem dispensadas da licença ambiental pela Secretaria Estadual de Meio Ambiente e Sustentabilidade (Semas). Os aprovados serão assistidos pela Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural (Emater), por meio de convênio com as prefeituras municipais.

O Pronaf Floresta é uma linha de crédito destinada ao produtor familiar para investir em sistemas agroflorestais, exploração extrativista ecologicamente sustentável, manejo florestal, recomposição de áreas de preservação permanente e reserva legal. O prazo para pagamento é de até 12 anos, com carência de oito anos e juros de 2,5% ao ano. O recurso de R$ 60 mil vai permitir a compra do equipamento básico para conservar o açaí, incluindo batedeira, freezer, placas solares e baterias.

Na próxima reunião da Câmara Técnica de Crédito Rural, dia 15 de março, serão selecionadas mais famílias de extrativistas do Marajó para novos financiamentos pelo Pronaf Floresta. A ação da Sedap é para facilitar o trabalho dos extrativistas, qualificar o produto e aumentar a renda dos produtores marajoaras.

Mais Informações Visite Nosso Canal: Portal Marajó Notícias 

Postar um comentário

0 Comentários