Número de atendimentos crescer no Hospital Regional do Marajó

Número de atendimentos crescer no Hospital Regional do Marajó


Com a gestão certificada pela qualidade e segurança do paciente em todos os seus processos, concedida pela Organização Nacional de Acreditação (ONA) Nível 1, a equipe multiprofissional do Hospital Regional Público do Marajó (HRPM), em Breves, comemora os mais de 89 mil atendimentos efetivados nos primeiros 100 dias deste ano e 98% de índice de satisfação do usuário.

Dos atendimentos realizados, 5.295 foram consultas ambulatoriais, 1.001 de urgência e emergência, 827 internações, 817 altas médicas, 49.719 exames gerais, 504 transfusões, 26.985 sessões de fisioterapia, 1.944 atendimentos do Serviço Social, 815 em Psicologia, 3.338 em Fonoaudiologia, 105 partos e 753 cirurgias. Esses dados impactam positivamente nos indicadores que demonstram a importância do HRPM para uma assistência cada vez mais efetiva e segura de pacientes da região sudoeste do Marajó.

De acordo com a diretora executiva do HRPM, Rejane Xavier, em março deste ano foi registrado o maior de número de atendimentos dos últimos anos, no que diz respeito às altas hospitalares. Os resultados refletem o empenho da equipe estimulada pela gestão compartilhada.

A gestora do hospital, destaca ainda a importância da parceria com a Secretaria de Estado de Saúde Pública (Sespa) e ressalta que diversas ações foram implantadas com monitoramento dos Indicadores de Qualidade e Produção. “O aumento da produtividade com qualidade de resultados, só foi possível pelo engajamento dos mais de 400 profissionais que prestam atendimento humanizado e com foco na segurança do paciente. O HRPM é um hospital diferenciado na região e busca constantemente a melhoria contínua para atender uma população comprovadamente satisfeita com a assistência oferecida. Isso é o resultado do compromisso de toda essa equipe”, disse Rejane Xavier.

Volume de atendimento - Para diretora técnica, Dra. Cristina Braga Palheta, os números de atendimentos demonstram que a produção do HRPM incluiu todas as atividades realizadas na unidade hospitalar. O número de cirurgias diárias, por exemplo, saltou de 5 para 10, a partir do mês de março e a  taxa de ocupação geral também cresceu e hoje atinge a marca de 83,38%.
“É muito importante frisar que não houve aquisição de novos instrumentos cirúrgicos e/ou oferta de novas especialidades, mas sim, o aprimoramento dos processos com a implantação de procedimento padrão e protocolos que melhoraram o atendimento à população”, observou a médica.

Satisfação do usuário - O investimento da gestão na melhoria constante para garantir a satisfação do usuário é comprovada, por meio de relatos registrados no Serviço de Atendimento ao Usuário (SAU), por meio de pesquisas realizadas diariamente no HRPM, junto aos usuários e acompanhantes como a dona de casa Maria do Socorro Alves Balieiro, 40, a mãe de R.A.B, de 11 anos. “Agradeço à todos o cuidado que tiveram não só com minha filha, mas também comigo. Ela faz tratamento no HRPM há um ano. Só tenho a agradecer por tudo”. A menor já passou por alguns procedimentos cirúrgicos, sendo que o último foi realizado no dia 24 deste mês. A próxima cirurgia será para retirada da bolsa de colostomia.

Com o filho internado há um mês para tratamento de pneumonia, a doméstica Sandra Oliveira Correa, de 23 anos, deixou o hospital na tarde do dia 25, com o seu pequeno Duan.  “Graças a Deus todos nos trataram muito bem. Vamos para casa com coração muito agradecido” disse a moradora do município de Anajás, distante 12 horas de embarcação de Breves.

O SAU também realiza as buscas ativas com os pacientes, acompanhantes e visitantes, consolidando um canal de relacionamento direto entre o HRPM e seus assistidos nas unidades de Internação, Acolhimento, Ambulatório e Serviço de Apoio Diagnóstico e Terapêutico”, explicou a gestora.
Ao acompanhar a internação do filho de sua prima de 15 anos, a jovem Maria Ediene Ramos da Costa, 23, agradece o atendimento destinados aos dois. “Quero agradecer a todos aqui da UTI. O bebê chegou aqui prematuro e com menos de 700 gramas e, com um mês, ele já está com 2,85kg. Todos cuidaram muito bem da gente”, relatou a jovem do interior de Portel, distante de Breves 12 horas.

O HRPM é referência na assistência de média e alta complexidade para uma população estimada em mais de 300 mil habitantes vinculados ao 8º Centro Regional de Saúde (8º CRS), composto por Bagre, Curralinho, Anajás, Portel, Melgaço, Gurupá, além de Breves.
O Hospital Regional Público do Marajó (HRPM) é administrado pelo Instituto Nacional de Desenvolvimento Social e Humano (INDSH), em parceria com o Governo do Estado, por meio da Secretaria de Estado de Saúde Pública (Sespa).

Serviço - O HRPM dispõe de atendimento ambulatorial de segunda a sexta-feira, de 7h às 18 horas. O hospital está localizado na Av. Rio Branco, 1.266, Centro. Mais informações: (91) 3783-2140/ 3783-2127.
Por Vera Rojas

Postar um comentário

0 Comentários