Operação de combate a crimes ambientais faz mais de 3 mil apreensões no Marajó

Operação de combate a crimes ambientais faz mais de 3 mil apreensões no Marajó

Mais de 50 agentes atuaram de forma integrada na “Operação Caxiuanã”, realizada pela Secretária de Segurança Pública e Defesa Social do Pará (Segup), Instituto Chico Mendes de Biodiversidade e o Instituto de Desenvolvimento Florestal e da Biodiversidade do Estado (Ideflor-bio).
A ação, que ocorreu entre os dias 18 de novembro e 2 de dezembro, teve como objetivo coibir práticas ilícitas que provocam grande prejuízo para o ecossistema amazônico, como a pesca ilegal, transporte ilegal de madeira e produtos oriundo do extrativismo.



A operação aconteceu nos municípios de Portel, Melgaço, Porto de Moz e Senador José Porfírio, no arquipélago do Marajó. A fiscalização esteve concentrada nas localidades devido a crescente prática de crimes ambientais nas áreas, abrangendo a baía do Caxiuanã, seus afluentes, a Floresta Nacional do Caxiuanã e as Glebas de proteção ambiental do Estado. 

Mais de 3 mil apreensões foram feitas, entre elas, 100 toras de madeira de lei, motosserras, barcos, motos e até armas de fogo. 

Durante as atividades, os agentes verificaram possíveis locais de extração ilegal de madeira, analisando documentações e autuando as irregularidades. Nas localidades de difícil acesso, a equipe contou com o apoio do Grupamento Aéreo de Segurança (Graesp) que, durante os voos, identificou uma área com toras de madeira abandonadas no meio da floresta. Duas pessoas foram encontradas no local e levadas para prestar depoimento.

A capitã da Polícia Militar, Cássia Souza, coordenadora da Guarnição Fluvial da Operação, avaliou como positiva a integração dos órgãos de segurança que, de forma conjunta, atuaram nas duas linhas de frente da ação, fluvial e terrestre, e em alguns casos, com o apoio aéreo. “Essa integração facilita o trabalho de todos. A operação foi muito importante, não só pelas apreensões que fizemos, mas principalmente por mostrar que o Estado está presente naquela região. Vamos continuar trabalhando firme para coibir e diminuir o índice de desmatamento da nossa Amazônia”,

Veja Matérias em Vídeos: Canal Portal Marajó Noticias

Envie informações, denúncias, vídeos e imagens para o Whatsapp do Portal 091992485291: Clique Aqui

Postar um comentário

0 Comentários