Ex-prefeito de Breves na mira da justiça, segundo TCMPA foram desviados mais de 57 milhões do IPMB

Ex-prefeito de Breves na mira da justiça, segundo TCMPA foram desviados mais de 57 milhões do IPMB

O plenário do Tribunal de Contas dos Municípios do Estado do Pará (TCMPA) aprovou relatório de inspeção extraordinária que comprovou irregularidades graves na gestão do Instituto de Previdência do Município de Breves (IPMB), referentes ao exercício de 2016, de responsabilidade do ex-prefeito José Antônio Azevedo Leão e dos ex-presidentes do Instituto, José Ivo Cardoso e Márcio Antônio Farias Cardoso, que comprometem o equilíbrio financeiro do IPMB em cerca de R$ 57 milhões, gerando dano ao erário e improbidade administrativa com violação de leis e normas constitucionais.
Diante da comprovação, o Tribunal determinou a juntada dos autos nas respectivas prestações de contas da Prefeitura de Breves e do Instituto de Previdência do Município, para apuração da responsabilidade e aplicação das penalidades cabíveis, além da remessa de cópia dos autos ao Ministério Público de Contas para adoção das medidas que julgar necessárias.
Segundo já foi apurado pela CPI, realizada em Breves pelo poder legislativo, vários vereadores faziam parte do esquema criminoso que teria desviado entorno de 57 milhões de reais de servidores públicos municipais.


Segundo nossa equipe já apurou o ex-prefeito de Breves, Xarão Leão ainda esta sendo investigado por desvio de dinheiro publico da educação, mais de 10 escolas receberam recursos para construção, no entanto, as obras não foram executadas.  

Fonte: Tribunal de Contas dos Municípios do Estado do Pará

Envie informações, denúncias, vídeos e imagens para o WhatsApp do Portal 09199248-5291 

Postar um comentário

0 Comentários